Rebrasim

Desde o início de suas atividades em 2009, o Núcleo Memória atua em cooperação com entidades e instituições brasileiras por acreditar que a preservação e promoção da memória das lutas políticas no país deve ser uma responsabilidade coletiva e compartilhada. Devido às experiências de resistência contra o regime militar, toda a repressão sofrida e a posterior atuação no campo memória, verdade e justiça dos membros fundadores, o Núcleo Memória tornou-se uma referência, ao longo dos anos, para diversas iniciativas pelo Brasil afora. A partir da experiência acumulada de consultoria na implantação do Memorial da Resistência de São Paulo, entre 2008 e 2009, e com a gestão compartilhada dos Sábados Resistentes desde 2009, se sucederam uma série de outros projetos, iniciativas e assessorias neste campo de atuação.

Desta forma, o Núcleo Memória, que conta com a experiência alcançada ao longo do tempo, no campo da memória política, se arrisca a uma nova iniciativa visando formar uma Rede Brasileira de Lugares de Memória (Rebrasim). Esta Rede local - ao estilo de redes já existentes no Chile, Argentina e Colômbia - permitirá um ambiente coletivo de consulta, assessoria e intercâmbio, com o objetivo primordial de preservar e promover as memórias das violações contra os Direitos Humanos praticados no Brasil. Esta iniciativa está dentro do planejamento estratégico do Núcleo Memória para os próximos anos, com vistas a formar uma Rede Brasileira de Lugares de Memória.

Assine nossa newsletter

Siga-nos

           
todos direitos reservados ©2018