Devoir de Memoire, instituição membro da Rede Latino Americana e Caribenha de Lugares de Memória (RESLAC), no Haiti, recebe o Prêmio Emilio Mignone de Direitos Humanos outorgado pelo Ministério de Relações Exteriores da Argentina.

04/12/2020

É com imensa satisfação que a RESLAC anuncia que o prêmio Emilio F. Mignone de Direitos Humanos deste ano será concedido à Fundação Devoir de Memoire, no Haiti, um de seus membros mais ativos. Este importante prêmio, que é entregue anualmente desde o ano de 2007,  tem como objetivo reconhecer instituições e/o pessoas que se destacam na promoção e proteção dos Direitos Humanos.

Emilio Mignone, além de ser um dos fundadores do  CELS (Centro de Estudios Legales y Sociales), conhecida organização da sociedade civil na Argentina, foi um dirigente muito ativo do movimento de Direitos Humanos no seu pais, tendo dedicado sua vida à busca de uma de suas filhas, Monica, que com a idade de 24 anos foi presa e sequestrada na Escola Superior de Mecânica da Armada (ESMA), sendo uma das desaparecidas politicas na Argentina. 
Este prêmio permite dar visibilidade à situação atual no Haiti, onde as violências contra as pessoas e seus direitos ocorrem desde há décadas naquele país, sendo por muitos ignorados.

A Fondation Devoir de Memoire, criada no ano de 2103, trabalha ativamente na recuperação das memórias e nas denúncias destas violências,  tendo como objetivo a formação e a educação das novas gerações para a promoção e proteção dos Direitos Humanos visando à construção de uma sociedade justa e menos desigual que obedeça aos princípios de uma Democracia plena.
O prêmio será entregue na próxima quarta-feira, dia 9 de dezembro, através de cerimônia virtual, conforme flyer em anexo.
Parabenizamos à direção e à equipe deste nosso membro na obtenção deste importante prêmio.


Assine nossa newsletter

Siga-nos

           
todos direitos reservados ©2018