Ato Ditadura Nunca Mais realiza arrecadação online Direitos Humanos

14/02/2018

Evento acontece em março pela transformação do DOI-Codi em lugar de memória

Ato Ditadura Nunca Mais de 2017

Com o objetivo de levantar fundos para o 5º Ato Ditadura Nunca Mais, o Núcleo de Preservação da Memória Política e o Comitê Paulista por Memória, Verdade e Justiça organizaram uma arrecadação online. Para contribuir, basta acessar o link: https://www.catarse.me/5-ato-unificado.

O ato, que acontece anualmente pela transformação das dependências do antigo DOI-Codi/SP em memorial, será realizado esse ano no dia 24 de março, Dia Internacional para o Direito à Verdade para as Vítimas de Graves Violações dos Direitos Humanos, decretado pela ONU.

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/887596501419634/

O Doi-Codi de São Paulo (Rua Tutoia, 921) foi o maior centro de tortura e extermínio da Ditadura Militar em todo o Brasil.

Por aquele lugar passaram pelo menos 5.000 prisioneiros que sofreram as piores aberrações criadas pela humanidade. Destes, por volta de 50 foram assassinados.

Há décadas, ex-prisioneiros, familiares dos mortos e democratas em geral têm insistido para que aquele ponto se transforme em um centro cultural, que preserve a memória e sirva de irradiação de cultura para as próximas gerações.

Os países sul-americanos, que viveram dramas similares, cuidaram da memória e construíram centenas de museus e centros.

O terreno e os prédios que compõem o lugar já foram tombados pelo Condephaat.

Mas nenhuma resolução definitiva foi tomada pelo Governo de Estado.


Veja outros textos

Veja mais

Relatório da Human Rights Watch denuncia política desastrosa de Bolsonaro para direitos humanos


À ONU, Brasil esconde ditadura e fala em anistiar crimes de desaparecimento


Tribunal de Justiça anula decreto do prefeito que tombou a Casa da Morte


Ato Entrega Certidões de Óbito


AI-5 completa 51 anos e democracia segue em risco


Em celebração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos, o Núcleo Memória realizou, no dia 10 de dezembro, mais uma ação do projeto “Visitas Mediadas ao ex DOI-Codi”.


Desigualdade: Brasil tem a 2ª maior concentração de renda do mundo


Jovens se penduram em paus de arara em ato de valorização da democracia na Praia de Copacabana


Galeria Prestes Maia, no centro de SP, vai virar Museu dos Direitos Humanos


Truculência nas ruas materializa autoritarismo nada gradual


Bolsonaro é alvo de denúncia no TPI


‘Sem violar direitos humanos, é impossível normalizar o país’, diz ex-ministro de Piñera


A revolução dos jovens do Chile contra o modelo social herdado de Pinochet


Instituto Vladimir Herzog , Nucleo Memória, Comissão Arns e outras 22 organizações da sociedade civil pedem que Alesp cancele evento em homenagem a Pinochet


ONU denuncia “ações repressivas” em protestos na Bolívia que deixaram ao menos 23 mortos


Esta cova em que estás


Campanha da RESLAC: Desaparecimentos forçados nunca mais


Nota de Repúdio aos comentários de Jair Bolsonaro


Nota de Pesar - Elzita Santos Cruz


El País: A perigosa miragem de uma solução militar para a crise do Brasil


UOL TAB: Gente branca


SP - Polícia mata mais negros e jovens, aponta estudo sobre letalidade do Estado


UOL: No rastro de um torturador


Hora do Povo: Mostra de João Goulart retrata sua luta para libertar o Brasil


EBC: Prédio onde funcionou Dops em BH dará lugar a memorial de Direitos Humanos


Ato Ditadura Nunca Mais realiza arrecadação online Direitos Humanos


Núcleo Memória lança livro sobre o futuro Memorial da Luta pela Justiça


TV alemã lança filme sobre a Volkswagen e a ditadura brasileira; assista


Assine nossa newsletter

Siga-nos

           
todos direitos reservados ©2018